Meu Piano

 

Raul Seixas

 
Nada mais é coerente
Se virar de trás pra frente
Tanto fez como tanto faz
Já experimente a casa inteira
E não achei um lugar pro meu piano
Entra ano e sai ano
Não cogito em fazer planos
E eu só gostei do quadro que não pintei!
Lá pras três da madrugada
A síndica embriagada
Resolveu escancarar
Numa briga com o marido
Num acorde sustenido
E o meu piano fora do lugar
Haja santo e haja vela
Mesmo assim a cinderela
Meia-noite vai desencantar
Desencantar!!!
Cinderela, cinderela, cinderela
Bota meu piano no lugar
No lugar
Eis que a noite se fez dia
E eu naquela agonia
Vi pela janela um velho entrar
Se dizendo faxineiro, um "expert" em banheiro
Pra meu piano afinar
E aos trancos e barrancos
Vasculhei todos os cantos
E o meu piano sempre fora do lugar!!!
Do lugar 
 
 

Voltar

| 1| 2| 3| 4| 5| 6| 7| 8| 9| 10| 11| 12| 13| 14| 15| 16| 17| 18| 19| 20| 21| 22| 23| 24| 25| 26| 27| 28| 29| 30| 31| 32| 33| 34| 35| 36| 37| 38| 39| 40| Próxima ->